Lula culpa igrejas por aumento de mortes pelo coronavírus

Lula após ficar livre das acusações
Lula falando das igrejas e como as mesmas poderiam ter evitado muitas mortes


Depois da decisão do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), de anular todas as suas condenações em processos do ex-presidente Lula (PT). Foi feito à imprensa nesta quarta-feira (10), no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC , em São Bernardo do Campo (SP) o primeiro pronunciamento do ex-presidente. 

Dentre tantas falas no seu discurso de quase três horas, Lula afirma que "o papel das igrejas é orientar as pessoas, não é vender grão de feijão ou fazer culto cheio de gente sem máscara". O trecho do vídeo foi muito compartilhado no whatsapp e não agradou a base cristã. assista na íntegra:


O Pr Silas Malafaia rapidamente respondeu ao ex-presidente afirmando que era uma acusação leviana, e assim como outros estabelecimentos, as igrejas também respeitam as normas sanitárias e as leis:

"Se algum pastor usando de charlatanismo tá oferecendo feijão para curar Covid, tem o código penal. Isso não representa nem 1% da igreja evangélica no Brasil. Agora presta atenção, esse camarada que se diz defensor dos trabalhadores não abriu a boca para dar uma palavra aos milhões de brasileiros que usam transporte coletivo, olha o massacre em cima do povo. Ele não fala nada", confira na íntegra:

Postar um comentário (0)
notícia anterior próxima publicação